Notícias

Alceu Valença leva sucessos de sua carreira nas Fábricas de Cultura



Por Daniela Gonçalves

 

Cerca de 2470 quilômetros separam a cidade de Cachoerinha, PE, da Zona Norte de São Paulo, onde está a Fábrica de Cultura de Vila Nova Cachoeirinha. Apesar da distância, a coincidência de nomes foi o ponto de partida do segundo show de Alceu Valença nas Fábricas de Cultura nesse último final de semana. 

“Isso aqui é homenagem à cidade de Cachoeirinha de Pernambuco?”, questiona o músico, nascido em São Bento do Una, cidade vizinha à Cachoeirinha pernambucana. Alceu esteve em Jardim São Luís (dia 19) e Vila Nova Cachoeirinha (dia 20). Mais de 6500 pessoas passaram pelas duas unidades e puderam cantar e dançar ao som de grandes sucessos do músico pernambucano como “Coração bobo”, “Anunciação” e “Tropicana”. 

Os dois shows contaram com a abertura dos aprendizes de diversos cursos das Fábricas, como percussão e prática de banda.  Em Vila Nova Cachoeirinha foi ainda mais especial, com a comemoração dos quatro anos de atividades da unidade. Quem passou pelo local durante o domingo pode assistir a apresentações de dança cigana, música, performance de palhaços, além de diversas brincadeiras para as crianças.  

“Quando eu comecei não existia um espaço como esse, São Paulo está muito mais acolhedor e humano, as pessoas estão na rua, ocupando parques e lugares públicos”. Alceu diz ter uma relação ótima com a capital paulista, lugar onde encontra muitos conterrâneos de Pernambuco e onde sua filha mora.   

O músico ainda ressaltou que acha importante ensinar a cultura brasileira para os que estão começando, para que possam ter uma referência nacional, principalmente da música tão rica de nosso país. A cultura brasileira e a peculiaridade de Pernambuco, além de estarem presentes nas letras de Alceu, podem ser vistas a partir de 24 de março em “A Luneta do Tempo”, primeiro filme do músico, que assina a direção e roteiro do longa-metragem, além da trilha sonora (ele ainda faz uma pequena participação no papel de uma palhaço).  

As apresentações de Alceu Valença ainda foram registradas pelos aprendizes de Multimeios e Foto e Vídeo das duas unidades. Na Zona Sul eles formam o coletivo Imagem e Ação.  

Confira aqui como foram os shows. 

Ah! Respondendo à pergunta de Alceu, a ‘nova Cachoeirinha’ de São Paulo deve-se ao fato de ter existido uma cachoeira que foi soterrada para dar passagem à Avenida Inajar de Souza e que servia como área de lazer e de piquenique para os moradores.

 

Poiesis
Fábricas de Cultura
 
Todos os Direitos Reservados a FÁBRICAS DE CULTURA.
Desenvolvimento de Sites