q
Jaçanã
Entrada 1: Rua Raimundo Eduardo da Silva, 138
Entrada 2: Rua Albuquerque de Almeida, 360
São Paulo - SP
Telefone: (11) 2249-8010

Horário de funcionamento:
terça a sexta das 9h às 20h.
Sábados e domingos: consulte nossa programação
q
COMO CHEGAR
linhas de ônibus
1780-10 terminal parada inglesa / jd. hebron
1702-10 tietê / jova rural
1701-10 carandiru / jova rural
1701-51 carandiru / jova rural
q
PROGRAMAÇÃO CULTURAL
Biblioteca Cinemática: Novembro Negro
Jaçanã
8 e 14/11 – quinta e quarta – 17h | 20 e 30/11 - terça e sexta - 15h
COMPARTILHAR
O mês de novembro conta com uma das datas mais simbólicas de nosso calendário, o dia 20, em que é celebrado o Dia Nacional da Consciência Negra, em homenagem a Zumbi dos Palmares um dos líderes do Quilombo dos Palmares. Partindo desta data faremos quatro sessões com filmes que ressaltam o papel da negritude na sociedade atual.
Saiba Mais


Outros PROJETO BUNEKAS
Jaçanã
21/11 - quarta-feira - 9h e 14h
COMPARTILHAR
Aprenda na Fábrica Jaçanã a confeccionar bonecas de pano com as características das crianças africanas, como: cor da pele, o cabelo, roupas e acessórios culturais. Ao final da atividade as bonecas serão recolhidas para serem entregues à crianças que vivem em países do continente africano. A inciativa faz parte do
Saiba Mais


Cinema/Foto CINEMA ABERTO
Jaçanã
22/11 - quinta-feira - 10h
COMPARTILHAR
Para a sua tarde que tal aventuras de super-heróis? Ou romance de vampiros? E que tal clássicos dos anos 80? Fique à vontade e aconchegue-se na poltrona. No Cinema Aberto da Fábrica Jaçanã você escolhe o que quer assistir.


Biblioteca Quem foi Luiza Mahin?
Jaçanã
22/11 – quinta-feira - 15h | Classificação Indicativa: 9 anos
COMPARTILHAR
A proposta da atividade é falar sobre a resistência e articulação política de Luiza Mahin, que foi uma mulher negra muito importante nas “revoltas negras” que ocorreram na Bahia no período de escravidão. Atividade será para resgatar a memória de quem fez muito para conjuntura política, social e cultural para população negra e não negra.
Saiba Mais


Biblioteca O que os meninos fazem? O que as meninas fazem?
Jaçanã
23/11 – sexta-feira - 14h
COMPARTILHAR
Vamos contar uma “história-brincante”, inspirada na obra do escritor Ilan Brenman, para mostrar que não existem brinquedos e brincadeiras divididas em gênero e que todos gostam de coisas parecidas como brincar, jogar, correr, ouvir histórias a construir novas brincadeiras e possibilidades. Atividade desenvolvida pela
Saiba Mais


Música SAMBA DA TIA PRETA
Jaçanã
25/11 - domingo - 17h | Local: Maria Amália Lopes de Azevedo, 4180 - Jaçanã
COMPARTILHAR
Para animar o bairro do Jaçanã e região, no dia 25 de novembro acontecerá o evento Samba da Tia Preta. A partir das 17h, o público poderá escutar os grupos de samba da região, além de artistas que desejarem demonstrar sua arte. Também serão realizadas brincadeiras infantis para as crianças. A música é de extrema importância para o
Saiba Mais


Biblioteca Construindo pontes e pirâmides – com Karen Nashiro
Jaçanã
27/11 – terça-feira - 14h30 | Classificação Indicativa: 10 anos | 15 vagas
COMPARTILHAR
Construindo pontes e pirâmides é uma oficina de acrobacias coletivas que consiste no uso de conceitos e práticas fundamentais das portagens acrobáticas, contrapesos, equilíbrios para desenvolver em crianças sua percepção de coletividade para se alcançar um objetivo comum e despertar a confiança e o potencial de seus próprios corpos.
Saiba Mais


Literatura / Sarau FESTIVAL LITERÁRIO DA NORTE - FELINO
Jaçanã
29 e 30/11 - quinta e sexta-feira - 10h e 14h
COMPARTILHAR
O Festival Literário da Norte, FELINO, acontecerá na Fábrica de Cultura Jaçanã, trazendo debates acerca da produção Literária Periférica de São Paulo conversando com o público sobre temas como produção literárias nas periferias, literatura negra e literatura feminina. O Festival também promoverá diversas
Saiba Mais


Biblioteca O racismo e o áudio visual no Brasil - com Maria Gal
Jaçanã
29/11 – quinta-feira - 15h | Classificação Indicativa: 16 anos
COMPARTILHAR
Maria Gal fala sobre o impacto do racismo na sociedade, a partir do mercado de produção de audiovisual no Brasil expondo porcentagens que refletem o tamanho da invisibilidade de mulheres e atrizes negras no mercado de trabalho. Atriz, produtora e apresentadora, Maria Gal estudou na Escola de Artes Dramáticas de São Paulo e
Saiba Mais


 
Todos os Direitos Reservados a FÁBRICAS DE CULTURA.
Desenvolvimento de Sites