OFICINA DE MASCULINIDADE – SAÚDE DO HOMEM

Homens periféricos sentem? Homens negros sentem? De que forma a masculinidades reflete nas relações sociais, familiares, culturais das nossas comunidades? 

 

Sabendo a importância de discutir sobre saúde física e mental das masculinidades periféricas, a Fábrica de cultura da Brasilândia promove um encontro que pauta a reflexão da vida desses homens em suas culturas, e como pequenas ações cotidianas podem impactar diretamente em um melhor bem viver comunitário. Nesta oficina os profissionais Eloá do Amaral da Silva, biomédica e Reinaldo Pereira Espírito Santo, assistente social, realizam a atividade de maneira dinâmica, pedagógica e sensível para homens de nossa comunidade.

Clicando em "Aceito todos os Cookies" ou continuar a navegar no site, você concorda com o
armazenamento de cookies no seu dispositivo para melhorar a experiência e navegação no site.
Consulte a Política de Privacidade para obter mais informações.

Aceitar todos os Cookies